27 de jan de 2016

Oh Deus, eu não sei disfarçar, ainda não. Eu me sinto suspenso por uma energia que eu proporciono ao estado do meu corpo. Sentir isso é a melhor das sensações. Uma coisa assim a dois deverá ser insano, eu não consigo me lembrar.

17 de jan de 2016

Meu primeiro amor

Eu ponho os meus olhos em você e meu mundo fica completo. Meu sentimento é embaraçado, me faz sofrer antes de um fim e um início, sinto que pago em parcelas o que não aguentaria de uma só vez.
Tudo está bem quando eu digo que te quero, eu sei que você me quer também. Mesmo assim meu peito reluta numa utopia de sentimentos desnecessários. Você é inseguro e saiba que eu também, todos temos defeitos, estamos aqui aprendendo o que é o amor, quero te dar toda felicidade que houver nesta vida. As vezes pode ser difícil, mas o que posso dizer é que você precisa absorver o que de bom existe em mim, não sugue, absorva. Contemplemos a beleza da nossa existência em seu ato mais puro.
Tenha calma meu bem, novas invenções estão por surgir, até lá sejamos complacentes e a evolução virá.

8 de jan de 2016

Eu quero mais para você e para mim. Mais amor, mais cheiros, mais sexo, mais ingredientes para esta infinita felicidade do ser espiritual que habita em minha carne. Eu quero mais pureza a qual tanto tento alcançar, quero a verdade dos seus olhos.
Quero o João, a Aninha, e quero quem quer que me queira bem.
Quero o extra, o terrestre de luz que cultiva o bem.

28 de dez de 2015

A maior parte do tempo eu estou sozinho com estas pessoas que não sei quem são. Sei que são parte de mim, só isso deveria bastar. Mas ainda existe uma dúvida que não para, e a cabeça não aguenta. Existe uma confusão que questiona se eu deveria encher ela de coisas "normais" para que tudo seguisse. Ok, eu já ouvi falar do caminho do meio, mas eu preciso de mais um tempo.
Meditando descobri algumas verdades sobre a dificuldade de se viver neste planeta. A sensação física é tão quente, fria e morna. Isso é bem intenso, tanto quanto não consigo descrever. A condição aqui colocada para sobrevivência desse corpo e a forma a que somos atrelados a ele é inexplicavelmente insana, a ponto de impedir as pessoas de chegarem a uma lucidez freneticamente estável.

10 de dez de 2015

Há dias em que se deve chorar, outros sorrir, é tão natural quanto ter que abrir a janela da sua casa para a luz entrar. Manter o espírito flutuando é um desafio, saber amar em cada grau exige tempo, vidas. Eu sou um garoto espacial, utópico e medroso, e as viagens que faço me deixam tão pesado, então oro para que isso passe e não demora muito até as lágrimas virem lavando todo esse sentimento.

8 de nov de 2015

O caminho é longo, seja ele qual você escolher, eu não enxergo o fim em nenhum. Existem tantos e sei qual devo seguir, mas me sinto só, fisicamente falando. A busca interior pela qual decidi, é tão fascinante, e eu só queria que todos enxergassem isso.
Eu vejo meus melhores amigos em suas evoluções espirituais indo em direção a caminhos que sinto que já andei e no fim deles tem um enorme "Now go back!". A solidão da alma as vezes pulsa forte em um corpo desequilibrado.
Mesmo assim, eu não quero parar e pretendo ser uma irradiante estrela de luz. Sei que meus amparadores espirituais tem trabalho longo comigo, mas que com certeza valerá a pena, porque o meu amor vai transbordar e chegará as estrelas. Eu vibrarei uma grande intensidade eu meu interior.

6 de out de 2015

Os namorados da vida

Quem me namora? A vida! Cheguei a esta conclusão de que o namoro tem que ser lindo, maravilhoso, o que me traz felicidade. E parei para pensar, quem é meu namorado? Minha vida, meus pais, meus amigos, esses que me fazem rir, me fazem sonhar, fazem esse espírito aqui ter uma forte sensação de amor. Doces sensações podemos sentir de cada ser, e meus amigos me trazem estados únicos, cada um é um aroma, um perfume diferente.
E como fica aquele amor para te tocar, fazer você sentir na segunda pele um prazer diferente? Ele fica na espera e sem nenhuma pretensão de ser hoje ou amanhã, vindo, será bem vindo. Mas até lá, eu tenho vários namorados da vida.