17 de jan de 2016

Meu primeiro amor

Eu ponho os meus olhos em você e meu mundo fica completo. Meu sentimento é embaraçado, me faz sofrer antes de um fim e um início, sinto que pago em parcelas o que não aguentaria de uma só vez.
Tudo está bem quando eu digo que te quero, eu sei que você me quer também. Mesmo assim meu peito reluta numa utopia de sentimentos desnecessários. Você é inseguro e saiba que eu também, todos temos defeitos, estamos aqui aprendendo o que é o amor, quero te dar toda felicidade que houver nesta vida. As vezes pode ser difícil, mas o que posso dizer é que você precisa absorver o que de bom existe em mim, não sugue, absorva. Contemplemos a beleza da nossa existência em seu ato mais puro.
Tenha calma meu bem, novas invenções estão por surgir, até lá sejamos complacentes e a evolução virá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário